Número de autistas nos EUA sobre para 1 a cada 59 crianças

Números divulgados pelo governo são referentes a 2014

Francisco Paiva Junior

O CDC (Centro de Controle de Doenças e Prevenção do governo dos EUA) divulgou dia 26/abril/2018 a atualização dos números de prevalência de autismo nos Estados Unidos: 1 para cada 59 crianças. O número anterior era de 1 para cada 68 (referentes aos anos de 2010 e 2012) — um aumento de 15%. O  órgão, porém, alerta para a variação desses números dentro do próprio país (números maiores foram encontrados onde os pesquisadores tinham acesso a mais registros escolares).

Os números continuam mostrando que a incidência em meninos é quatro vezes maior que em meninas e não varia de acordo com grupos étnicos, raciais ou socioeconômicos. Foram pesquisados 11 diferentes locais, com registros de hospitais e de escolas, considerando apenas crianças nascidas em 2006 — considera-se apenas criança com 8 anos de idade para se minimizar possíveis enganos de diagnóstico. Nos Estados Unidos crianças são diagnosticadas com autismo, em média, após os 4 anos de idade. No Brasil não temos números a respeito disso.

Continue lendo “Número de autistas nos EUA sobre para 1 a cada 59 crianças”

No dia Mundial do Autismo, ONU quer empoderar mulheres autistas

Cristo Redentor iluminado de azul

O tema de 2018 da ONU (Organização das Nações Unidas) para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, próximo dia 2 de abril, será “Empoderando Mulheres e Meninas com Autismo” (“Empowering Women and Girls with Autism”, no original em inglês). A data é celebrada anualmente, em todo o mundo, iluminando grandes monumentos de azul. No Brasil, o mais famoso deles é o Cristo Redentor, que todo ano ilumina-se de azul para lembrar a data. Continue lendo “No dia Mundial do Autismo, ONU quer empoderar mulheres autistas”

Você é de direita ou esquerda?

Está muito chato se informar no Brasil. Ainda mais a respeito de política. Ok, para muitos o assunto sempre foi chato. Mas me refiro ao atual cenário, em que polarizou-se a opinião e (infelizmente) também a informação.

Está difícil ver algo com imparcialidade — tudo bem, alguns vão dizer que imparcialidade no jornalismo é um mito (ops!, não posso usar esta palavra), é uma fantasia, uma utopia; pois de alguma forma, ainda que mínima, privilegia-se esta ou aquela informação exibindo-a primeiro ou mais acima ou mais à direita (na cultura ocidental), enfim, sempre terá uma vantagem que tirará daquele texto, áudio, foto, ilustração ou vídeo a isenção total. Mas quando cito imparcialidade quero dizer com a mais rasa definição, de ao menos mostrar dois lados da história (normalmente não são apenas dois, eu sei!) e trazer todas as informações possíveis.

Continue lendo “Você é de direita ou esquerda?”

5 aplicativos para crianças com autismo

Criança brincado com iPad

A Tismoo publicou no Medium um artigo muito legal destacando 5 aplicativos para crianças com autismo. Vale a pena ler e, se for útil para você, baixar os apps para usar com seu filho/neto/paciente com autismo.

Os aplicativos mencionados são: Minha Rotina EspecialStory CreatorLivoxTobii e Tippy Talk.

O artigo está em https://medium.com/tismoo-biotecnologia/5-aplicativos-para-crianças-com-autismo-2e604c1635e8 — boa leitura!Imagem de criança tocando num tablet.

Apple faz 1ª sessão para autistas no Brasil

A Apple Brasil realizou a primeira sessão especialmente dedicada a crianças com autismo no país. O evento foi no último domingo, 12 de novembro de 2017, na loja da empresa em São Paulo.

A sessão, que foi de desenho e pintura em iPads Pro, teve a participação do grupo de funcionários voluntários da empresa, os “volunteer champions“. As crianças soltaram sua criatividade usando a Apple Pencil (o lápis bluetooth da marca para interagir com o iPad Pro) e fizeram vários desenhos com os mais diversos temas nas telas dos iPads.

Este foi o primeiro evento da Apple voltado a pessoas com autismo no Brasil. A inspiração veio do Reino Unido, de uma loja da Apple no Oeste de Londres que, alguns meses atrás, atendeu ao pedido de uma mãe e fez uma sessão exclusiva para autistas. Os voluntários da Apple Brasil souberam de tal iniciativa e resolveram fazer a mesma ação inclusiva por aqui.

O instrutor da sessão foi o criativo Gabriel Basilio, que teve muita paciência e carinho com as crianças durante todo o evento. A médica Iara Brandão, neurologista infantil e genetisista da startup Tismoo, também participou como voluntária para dar um apoio profissional ao evento.

Continue lendo “Apple faz 1ª sessão para autistas no Brasil”