iOS-x-AndroidO título deste texto é a pergunta que mais ouço nos últimos tempos. Uma dúvida recorrente, principalmente entre pais de pessoas com autismo, sobretudo crianças. Para responder, escrevo este breve texto na tentativa de explicar alguns conceitos e desmistificar as questões envolvidas nesta escolha do melhor tablet para o uso com (e por) pessoas com autismo — além de crianças de um modo geral, com ou sem necessidades especiais.

De início, vamos esclarecer a diferença básica entre o iPad e outros tablets; aliás, é importante destacar: o iPad é um tablet. E o objetivo não é falar bem ou mal, desta ou daquela marca, apenas compartilhar uma experiência prática.


leia mais